Recent Posts

Eleito deputado federal, Tito reafirma compromisso com o agronegócio da Bahia

17/10/2018

 

 

O cenário do agronegócio e a importância do setor para a economia da região oeste e da Bahia. Essas foram as temáticas discutidas pelo deputado federal eleito, Tito, e empresários do agronegócio, em uma reunião organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia – AIBA, em Barreiras.

Devido à importância econômica e social do agronegócio para a região e todo o Estado, Tito anunciou que defende e que irá desempenhar o papel de parlamentar representante dos setores do agronegócio, agropecuário e dos pequenos agricultores do Oeste e da Bahia.

“Estes setores são estratégicos para as soluções econômicas para o nosso Estado e para o País. Conheço as necessidades e potencialidades desses importantes segmentos da economia regional, e junto com essas importantes entidades, iremos organizar as ações para a implementação de políticas específicas que tragam soluções para todos. Defenderei novos mecanismos de incentivo à produção e à melhoria da infraestrutura regional para viabilizar a expansão desses setores”, frisou o parlamentar.

Tito ressaltou que estes setores são os que mais geram empregos na região Oeste e no Brasil, e que, portanto, buscará caminhos para reduzir a burocracia que muitas vezes emperra o seu desenvolvimento. Segundo Tito, a criação de empregos de qualidade na Região Oeste geralmente está atrelada ao desenvolvimento desses segmentos.

“O Oeste agora tem um autêntico representante na Câmara Federal para apoiar e representar o agronegócio regional. Trabalharei pela diminuição das ações burocráticas que afetam o setor, contribuindo com a viabilização e mais celeridade nas ações governamentais nas três esferas de poder, essa será a minha defesa permanente. Além do mais, não podemos concordar com a excessiva morosidade na concessão das licenças necessárias para a aprovação de novos investimentos em nossa região e no nosso Estado, causa maior da falta de implantação de novos projetos e geração de empregos.” concluiu Tito.

Fala Barreiras
http://www.falabarreiras.com

Compartilhe nas Redes Sociais

BARREIRAS: Brasil é apontado como grande promessa na produção e abastecimento mundial de alimentos

17/10/2018

A afirmação veio do representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO do Brasil), durante o segundo encontro do Simpósio Regional em Agronegócio e Conservação do Cerrado, realizado em Barreiras (BA)

A projeção que no ano de 2100 o número de habitantes do planeta chegará a 11,2 bilhões de pessoas (hoje são 7,5 bilhões), desperta em pesquisadores e estudiosos a busca constante por alternativas para suprir as necessidades alimentares deste contingente humano. Evitar desperdícios, produzir com sustentabilidade e reduzir o número de subalimentados, hoje, na casa dos 821 milhões, é um desafio. E com base em um propósito único, a produção e o abastecimento de alimentos com segurança, sustentabilidade e o mínimo de desperdício, que as associações Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), se juntaram para um amplo debate sobre o tema agronegócio e conservação do cerrado.

Um primeiro encontro, realizado em setembro, abriu as discussões e na última quinta-feira (11), um novo momento trouxe importantes temas à tona, com enfoque maior para a agricultura familiar. Dentre os convidados, o representante da FAO no Brasil, Alan Bonjic e o diretor de pesquisas do Instituto Water for Food, da Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, Christopher Neale, que participou ao vivo, por meio de videoconferência. Bonjic ofereceu informações atualizadas sobre a fome mundial e pontuou estratégias para lidar com a crescente necessidade por alimentos em todo o planeta. “É possível sair dentro de cinco a seis anos deste problema da fome mundial que tem só na Ásia (Índia e China), 515 milhões de subalimentados. O Brasil terá papel central para produzir alimentos a partir de estratégias mais precisas para lidar com as mudanças climáticas e com uma agricultura resiliente, com sustentabilidade”, disse.

Já o professor Christopher Neale apresentou um ‘case’ desenvolvido na Etiópia que mostra que é possível a prática agrícola com a utilização de projetos simples de irrigação, a baixo custo. O projeto da Aiba e Abapa em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (MG) e a Universidade de Nebraska que estuda o potencial e uso do Aquífero Urucuia, com sustentabilidade, no oeste da Bahia, foi outro foco do pesquisador. “Uma das atividades deste projeto é oferecer suporte técnico para os pequenos produtores da região com a implantação do pivô compartilhado, além de garantir apoio e orientações sobre o uso sustentável e correto da água em áreas de distritos de irrigação, por exemplo,” explicou. Segundo ele, o ‘Consorcio Circles’ será um prática possível na região oeste.

“O estado da Nebraska é o número um em agricultura irrigada no mundo, chegando a alcançar, em alguns pivôs, a produtividade de 17 toneladas por hectare. Este sistema de irrigação consorciada permite que um único pivô possa ser utilizado por múltiplos usuários. Isso se reverte diretamente na melhoria da qualidade de vida, principalmente para os pequenos, com benefícios diretos a estas comunidades”, explica.

Aziz Galvão, pesquisador da Universidade Federal de Viçosa, um dos coordenadores do estudo do Aquífero Urucuia destacou o caráter inovador da proposta. “O projeto é inédito. Não é comum uma pesquisa nestes moldes ser financiada por produtores, envolve parcerias, o setor público, e a universidade de Nebraska. É a prova da preocupação dos produtores do Oeste pelo desenvolvimento de uma agricultura sustentável e séria. Fundamental ainda para o fortalecimento da agricultura familiar, considerando que 85% da agricultura praticada no Brasil são de responsabilidade dos pequenos produtores”, destacou, reforçando o caráter social inserido na proposta, que se encontra em andamento, com uma série de ações já realizadas no oeste baiano.

Representando as instituições Aiba e Abapa, o vice-presidente da Aiba, Luís Pradella fez uma avaliação positiva do evento que voltou às atenções às ações de fortalecimento da agricultura familiar, e, além do encontro na Ufob, reservou o dia de sexta-feira (12) para visitas técnicas na região Unidade de Conservação APA Bacia do Rio de Janeiro, cujo o plano de manejo tem sido apoiado também pelos produtores. Na oportunidade foram visitados atributos ambientais como a Cachoeira do Redondo em Barreiras, empreendimentos rurais, incluindo visita à comunidade de pequenos agricultores do Retiro e São Vicente no Val do Teiu.

“Durante estes encontros ficou claro que é possível produzir com sustentabilidade, e nós, como associação, não fazemos a distinção entre pequenos e grandes. O que existe é uma diferença de escala, todos têm o objetivo de produzir alimentos com qualidade e respeito ao meio ambiente”, falou Pradella. Ainda durante o Simpósio foi assinado um acordo de cooperação técnica com o Parque Vida Cerrado para condução de ações de educação ambiental associadas ao Projeto de Preservação e Recuperação de Nascentes na região Oeste, que é uma parceira da Aiba, Abapa e instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

Fonte/Assessoria de Imprensa Abapa

Compartilhe nas Redes Sociais

Comerciante e assassinado a tiros no centro de Barreiras-BA.

17/10/2018

Segundo informações colhidas no local do crime, a vítima de 44 anos estava trabalhando em seu açougue quando um homem se aproximou, efetuou um disparo e saiu correndo em direção à Rua Prof. Guiomar Porto, no centro da cidade, por volta das 18h 40 desta terça-feira (16).

Esmeraldo de Oliveira Souza, conhecido por “Galego” teve morte imediata. Ele estava em companhia do filho adolescente de aproximadamente 13 anos, que relatou detalhes do homicídio ao delegado Elio Barbosa.

A Polícia Militar preservou a área (Casa de Carne Silva) até a chegada de agentes do Departamento de Polícia Técnica e Polícia Civil. O delegado não falou com a imprensa sobre os trabalhos de investigação.

 

Pelas características do crime, suspeita-se de execução ou acerto de contas, tendo em vista que, o garoto alega que não houve roubo ou tentativa de roubo, nem discussão entre autor e vítima que foi baleada sem esboçar qualquer reação.

A polícia ressalta que Esmeraldo esteve preso em 06 de julho de 2015 sob acusação de furto de gado na zona rural de Correntinha, Oeste da Bahia.

Logo após a perícia, a polícia técnica fez a remoção do corpo da vítima para ser negociado

 

Blog Cebolinha Noticias.

Fonte/Alô Alô Salomão

Compartilhe nas Redes Sociais

Com queda do dólar, Oeste da Bahia busca negociar 270 toneladas de soja

16/10/2018

 

 

Com a queda do dólar, os produtores reduziram também o valor da saca de 60 quilos da soja: há um mês, ele custava R$ 70 e nesta segunda-feira era vendida por R$ 68. Para a safra que vem, a perspectiva é que ela seja vendida por R$ 60 a saca.
Presidente da Aiba e produtor de algodão no Oeste, Celestino Zanella disse que a negociação para exportar o excedente depende muito das tradings – empresas exportadoras. “Elas não querem assumir compromisso para o ano que vem”, falou.
“Isso está ocorrendo por causa da tabela do frete, que ainda nos afeta. O momento econômico e político que o país vive também não colabora para que as negociações andem como devem ser. Acredito que haverá melhor cenário com a definição das eleições, daqui duas semana”, declarou.
Outros fatores
O Ministério da Agricultura informou que até setembro deste ano a Bahia exportou 3,37 milhões de toneladas do complexo soja (grão, farelo e óleo), vendido por 1,307 bilhões de dólares. A maior parte da produção vai para a Ásia, sobretudo a China.
E não só a alta do dólar – resultado da guerra comercial entre Estados Unidos e China e da indefinição do cenário político e econômico no Brasil – gerou dificuldades para negociar a soja baiana.
Houve ainda o problema da greve dos caminhoneiros, com impactos no tabelamento do frete, gerando incertezas para negociar o grão, que na safra deste ano veio com excedente de mais um milhão de toneladas e ainda não tinha comprador.
Entre julho e agosto, parte da soja ficou estocada nas fazendas ou parada nos caminhões nas portas das tradings, as quais também realizam o beneficiamento da soja, transformando-a em farelo ou óleo.
A demora para descarregar a soja nas tradings chegou a três dias.
“Agora, já normalizou e estamos iniciando o plantio da soja da área irrigada e negociando a safra do ano que vem”, disse o assessor de agronegócios da Aiba Luiz Stalk.
A soja do Oeste é exportada por meio do porto de Salvador e Cotegipe – são quase mil km de distância que os caminhões percorrem, a maior parte pela BR-242, sendo o trecho mais problemático o da região do Morro do Pai Inácio, na Chapada Diamantina.
Esse trecho, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), é marcado por ladeiras e a quase ausência de acostamento, um empecilho ao fluxo do trânsito. Por isso, produtores do Oeste reivindicam uma terceira pista ou então a duplicação da rodovia.
Preocupação com o clima
De acordo com Stalk, 25% soja da próxima safra já foi negociada. A previsão é que a produção seja semelhante a deste ano, mas para isso o clima tem de colaborar, com chuvas bem distribuídas.
Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), há previsão de que no início de 2019 ocorra o fenômeno El Niño, que gera tempos mais secos no Nordeste e mais frios no Sul do Brasil, prejudicando a lavoura.
“Por enquanto, não foi dado sinal de alerta algum para a nossa região. Estamos seguindo o ritmo normal”, afirmou Stalk, segundo o qual a plantação da soja da área de sequeiro (com irrigação artificial) ocorrerá a partir da 1ª quinzena de novembro.
No que se refere ao plantio, a queda do dólar veio relativamente tarde. É que praticamente todos os insumos – fertilizantes e produtos fitossanitários (agrotóxicos) – já foram comprados pelos produtores e todos eles são importados.
Segundo estimou a presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães, Caminha Maria Missio, vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), o custo do produtor deve aumentar entre 30% e 40%.
“O custo varia de produtor, da área plantada dele – no Oeste, a área plantada com soja é de 1,6 milhão de hectares. O que todos estamos esperando é que os preços de produção fiquem estáveis ano que vem e que o clima colabore, como este ano”, disse.
Fonte/ Correio da Bahia
Compartilhe nas Redes Sociais

Jovem é morto a tiros no bairro Santa Cruz na cidade de Luis Eduardo Magalhães-BA.

16/10/2018

Na noite desta segunda-feira,15, pouco depois das 20h, um jovem identificado como Matheus dos Santos de Oliveira, de 20 anos, natural de Barreiras, foi morto com diversos disparos de arma de fogo na Rua Irará, em frente à uma distribuidora de bebidas, no bairro Santa Cruz, na cidade de LEM.
De acordo com informações obtidas no local, Matheus foi alvejado ainda na praça Léa Cordeiro, que fica na Avenida Ayrton Senna, quando os marginais chegaram efetuando os disparos. Matheus conseguiu fugir, mas acabou sendo acalçado e morto já na Rua Irará.
A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas.
Blog Cebolinha Noticias
Fonte/PortalOesteBahia/Sigi Vilares 
Compartilhe nas Redes Sociais

Corpo de rapaz de 20 anos é encontrado carbonizado dentro de carro em Morro do Chapéu

15/10/2018

 

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionada e removeu o corpo, a princípio sem identificação, para o Instituto Médico Legal de Irecê (IML).
No final de semana, a vítima foi identificada como sendo jovem Fábio Oliveira da Silva, 20 anos, e  foi sepultada na comunidade de Barrocão de Cima, próximo a Cafelândia, em Jacobina, na manhã deste domingo (14).
A autoria e motivação para o crime são desconhecidas. A Polícia Civil investiga o caso.


Fonte: PortalOesteBahia/  Central Notícia

Compartilhe nas Redes Sociais

PRF encerra Operação Nossa Senhora Aparecida com expressiva diminuição de acidentes, feridos e óbitos nas rodovias federais da Bahia

15/10/2018
Nos quatro dias de trabalho, as equipA Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, às 23h59 deste domingo (14), a Operação Nossa Senhora Aparecida realizada nas rodovias federais que cortam a Bahia. Iniciada na última quinta (11), as ações buscaram combater a embriaguez ao volante e coibir as ultrapassagens indevidas e o excesso de velocidade.es dispostas estrategicamente pelas rodovias federais da Bahia fiscalizaram 6.681 veículos e 6.673 pessoas.

 

Com foco nas condutas que geram mais riscos à segurança dos usuários das rodovias, os policiais envolvidos na Operação realizaram 2.971 testes de alcoolemia, constatando 53 pessoas que consumiram álcool antes de dirigir.

Além da embriaguez ao volante, outra conduta grave e infelizmente ainda muito comum é a falta do uso do cinto de segurança. Foram efetuadas 119 autuações no período de operação, entre passageiros e condutores sem o equipamento.

A infração mais observada e notificada no feriadão de 12 de Outubro de 2018 foi, lamentavelmente, justamente a que causa mais riscos e consequências graves. Dos 2.493 autos gerados, 623 tinham relação com ultrapassagens indevidas, sejam elas forçadas, pelo acostamento ou em faixa contínua. Nunca é demais enfatizar que a colisão frontal, quase sempre causada pelas ultrapassagens proibidas, é o tipo de acidente que mais fere gravemente e mata pessoas em rodovias do país inteiro.

REDUÇÃO DE ACIDENTES, FERIDOS E ÓBITOS

Quando comparado com o mesmo período do ano passado, A PRF na Bahia registrou uma redução de 37,5% no número de acidentes totais, 56 em 2017 contra 35 este ano. Nestes acidentes, 36 pessoas ficaram feridas, número que representa uma redução de 35,7% em relação ao ano anterior. Este ano, 6 pessoas morreram durante o feriado nas rodovias baianas, redução de 25% com o mesmo período de 2017, quando oito pessoas vieram a óbito.

Das ocorrências que resultaram em mortes, três foram por atropelamento de pedestre, uma por colisão frontal, uma por colisão lateral e uma ocasionada por animal na pista.

AÇÕES CONTRA A CRIMINALIDADE

Durante o período da operação, a PRF na Bahia recuperou sete sete veículos roubados e apreendeu seis com adulterações nos elementos identificadores.

No primeiro dia das ações, uma mulher foi presa em Alagoinhas com quase 25 kg de cocaína dentro de um ônibus.

 

Fonte/PRF

Compartilhe nas Redes Sociais

TITO, o federal do Oeste

15/10/2018

 

 

Não vale tudo na política, e o candidato eleito deputado federal pela Bahia no último domingo, Carlos Tito, é a prova disso. Um cara simples, que venceu usando as armas que possui: humildade, franqueza e inteligência. E é bom descobrir que sentimentos dessa natureza ainda germinam em campos cibernéticos. É bom voltar a acreditar que a política pode ser uma arte, e que é possível, aqui e agora, trabalhar em benefício do bem comum dos cidadãos, ou melhor, das comunidades, sem códigos de conduta distintos, mas regulada por princípios, valores e modos de ser e de agir.

E foi o respeito a esses princípios, que levaram Tito à vitória. Uma campanha modesta, com poucos recursos e muito empenho. Com os pés no chão, um dia de cada vez.
Não tenho a menor dúvida de que Tito fará muito pela Bahia e o oeste baiano, porque como filho da terra, conhece melhor do que ninguém a realidade da região e suas carências e necessidades mais prementes. Mas não é só isso. Tito tem raízes, vem de um berço familiar sólido, que contribui para a formação de seu caráter. Cresceu vendo os pais – o pintor Carloman e a professora Lurdinha, que é uma referência na Educação em Barreiras – desenvolvendo atividades voluntárias em favor do bem estar das pessoas. Foi nesse meio, que ele viveu. E a família é determinante na construção de quem somos, pois é no seio familiar e a partir das vivências com as pessoas a nossa volta, que aprendemos a nos relacionar com o mundo.
Muitos políticos eleitos conquistam essa posição sem terem preparo emocional para lidar com questões relacionadas ao ego e à autoridade, deixando-se levar pela vaidade, o orgulho e a ambição desmedida, porque não tiveram essa sustentação familiar. De alma pura, despida de vaidade e sem qualquer lastro de ambição pessoal, Tito chega para preencher a lacuna de uma região que há mais de quatro anos não tinha nenhum deputado federal.
Apesar da perseguição sofrida no período da campanha, apesar de não ter tido o apoio direto de nenhum dos 35 prefeitos do Oeste da Bahia, Tito coloca-se à disposição, e em sua primeira entrevista diz que será o deputado federal de todos os prefeitos da região.
Finalmente, a Bahia e o oeste baiano terão um representante à altura do seu povo, um povo sofrido mas guerreiro, que aprendeu a matar um leão por dia para sobreviver.

POR FÁTIMA VASCONCELOS NUNES
Jornalista

Compartilhe nas Redes Sociais

Homem cobra dívida e é morto com golpe de faca no pescoço na zona rural de Barreiras.

15/10/2018

 

Um crime de homicídio foi comunicado à polícia no começo da madrugada deste domingo (14), na estrada vicinal que liga a BR-020 zona rural de Barreiras quase na divisa com Luís Eduardo Magalhães, próximo a um restaurante.
Segundo informações passadas à polícia, Luís Alves Soares, teria supostamente ingerido bebida alcoólica e então se deslocado até a residência do suposto autor  do crime para cobrar uma dívida. Após discussão, o suspeito desferiu um golpe certeiro de arma branca (provavelmente um facão), quase decepando o pescoço da vítima atingindo a veia jugular.
O delegado plantonista registrou a ocorrência no local e deverá remeter o crime para a Delegacia de Homicídios. Uma equipe do DPT fez a perícia, e removeu o corpo para o necrotério onde nesta tarde passa por necropsia.
Fonte: Blog Bahia / BlogBraga
Compartilhe nas Redes Sociais

Muquém do São Francisco: Motorista morre eletrocutado após encostar caçamba em rede de alta tensão

15/10/2018

 

Um motorista de uma caçamba morreu eletrocutado após encostar o veículo em uma rede de alta tensão na manhã desta segunda-feira (15), na BA-160, no município de Muquém do São Francisco, Oeste da Bahia.
Segundo informações, Geu Gonçalves Alves, de 32 anos, descarregava britas próximo a um frigorífico e não percebeu que o basculante da caçamba havia encostado na fiação. Ao descer do veículo, ele recebeu uma descarga elétrica e não resistiu aos ferimentos.
Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionada, mas só pôde constatar o óbito. A Polícia Militar de Muquém do São Francisco registrou o acidente. Até o fechamento desta matéria, o corpo aguardava no local para ser periciado e encaminhado para o IML.

Fonte: Blog Bahia  /  Gazeta 5
Compartilhe nas Redes Sociais

MÉDICA RASGA RECEITA APÓS IDOSO DIZER QUE VOTOU EM HADDAD PARA PRESIDENTE

A ocorrência foi registrada na 7ª Delegacia de Polícia de Natal, no bairro das Quintas, e confirmado pela própria médica, a infectologista Tereza Dantas. “Eu estava conversando com outras pessoas sobre a situação política do país e fiquei exaltada, no momento. Eu realmente rasguei [a receita], porque ele não votou no meu candidato. Fiz errado, não tenho dúvidas”, afirmou em entrevista ao G1, por telefone. Ela acrescentou que quer pedir desculpas ao paciente. O aposentado José Alves Menezes disse ter se sentido constrangido com toda a situação. “Me senti ofendido. Passei vergonha na frente de todo mundo. No início, achei que era brincadeira e até ri”, contou. Ele frequenta o hospital corriqueiramente para pegar a receita de remédio e disse que já conhecia a médica. “Ela sempre me tratou bem. Já chegamos a trabalhar juntos”.

José contou que a médica o viu na unidade e pediu que esperasse. Quando chegou, com a receita em mãos, perguntou em quem o idoso havia votado. “Eu disse que votei no Haddad, aí ela disse: ‘pois então não dou mais a receita’, e rasgou. Duas ou três pessoas também viram”, afirmou. Em nota, a Secretaria de Saúde Pública (Sesap) informou que a direção do Hospital Giselda Trigueiro ainda não foi notificada oficialmente sobre o fato relatado. “Assim que for notificada, a direção da unidade iniciará um processo de abertura de procedimento de sindicância e tomará as medidas cabíveis dentro da Lei”, acrescentou.
Compartilhe nas Redes Sociais

Autor de homicídio contra mestre de capoeira alegou discussão política como motivação

10/10/2018
O autor de um homicídio, na madrugada desta segunda-feira (8), em Salvador, contra um mestre de capoeira, alegou discussão política como motivação do crime. Paulo Sérgio Ferreira de Santana, 36 anos, usou uma faca para acertar fatalmente Romualdo Rosário da Costa, 63 anos, e Germínio do Amor Divino Pereira, 51, parente da vítima, que encontra-se, no Hospital Geral do Estado (HGE), com ferimento no braço.

Paulo Sérgio Ferreira de Santana, 36 anos, usou uma faca para acertar ‘Moa do Katendê’ e um parente da vítima.

Segundo informações preliminares Paulo chegou em um bar, na localidade do Dique Pequeno, bairro do Engenho Velho de Brotas, e se envolveu em uma discussão com ‘Moa do Katendê’, como era conhecido Romualdo. Após desentendimento, o autor da agressão saiu do estabelecimento, buscou uma arma branca, na sua residência, e retornou ao bar.

No local, Paulo deu facadas, nas costas de Romualdo, que estava sentado, e um golpe com a mesma arma branca, no braço de Germínio. Moa do Katendê morreu, no local, e o seu parente foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde está internado.

No Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o autor do assassinato e da tentativa de homicídio informou que foi xingado e que estava consumindo bebida alcoólica desde o início da manhã de domingo. Em depoimento ele comentou ainda que estava arrependido.

“Vamos ouvir outras testemunhas que nos ajudarão a esclarecer totalmente o caso”, comentou a delegada do DHPP Milena Calmon, reponsável pelo caso. A policial informou ainda que Paulo tinha envolvimento com outros dois casos de discussões em 2009 e 2014.

Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria da Segurança Pública da Bahia: Fotos: Alberto Maraux

Compartilhe nas Redes Sociais

TRÊS TONELADAS DE MACONHA SÃO ACHADAS DENTRO DE CAMINHÃO COM CARGA DE MILHO NA BAHIA

09/10/2018

Motorista do veículo de carga disse que droga seria entregue a um traficante em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador.

Três toneladas de maconha foram encontradas, na noite de segunda-feira (8), em um caminhão com carga de milho, na BR-116, região de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. Um homem foi preso.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), a droga foi achada após uma ação das polícias Federal, Rodoviária Federal e Militar. A carga, segundo a SSP-BA, foi avaliada em R$ 45 milhões e saiu do Mato Grosso do Sul.

Preso em flagrante, o motorista do caminhão disse à polícia que a maconha seria entregue a um traficante de Feira de Santana. O caso foi registrado na Polícia Federal.

A SSP-BA detalhou ainda que o caminhão com maconha já estava sendo monitorado pelas equipes de inteligência das polícias, e o veículo de carga foi seguido e abordado, no posto da PRF, na BR-116. Após buscas, a droga foi localizada.

Fonte/G1 Bahia / SSP-BA.

Compartilhe nas Redes Sociais

Tito comemora vitória e agradece população de Barreiras e região

09/10/2018

 

O candidato Carlos Tito (Avante), foi eleito ontem deputado federal com 48.899 votos, dos quais 32.443 somente em Barreiras.

Tão logo terminou a apuração, O Federal do Oeste, comemorou a vitória com uma grande caminhada em agradecimento, ao lado da família, amigos e militantes.
Tito percorreu as ruas do bairro Vila Brasil em Barreiras na noite de ontem para agradecer a população oestina pela expressiva votação. “Eu só tenho a agradecer aos eleitores de Barreiras e região, principalmente Barreiras, pois daqui sai praticamente eleito com mais de 32 mil votos. Um abraço aos meus amigos e militantes. Vocês fizeram uma caminhada linda e isso permitiu que a gente tivesse esta grande vitória, esta vitória é nossa, não é minha, é de todo o Oeste da Bahia. Só tenho a agradecer”, disse Tito.

Fotos: Ednilson do Ioeste (http://ioeste.com.br/)

Compartilhe nas Redes Sociais

Tito é o deputado com menor valor em bens declarado à justiça eleitoral

09/10/2018
O deputado federal eleito, Carlos Tito (Avante), é o deputado da região oeste com menos bens declarados a justiça eleitoral da Bahia. Em sua declaração no TRE, o parlamentar declarou 274.662,44 em bens.

O segundo colocado é o deputado reeleito, Antônio Henrique Junior, com R$ 1.126.227,54. Já a primeira dama de Luís Eduardo Magalhaes, Jusmari Oliveira, declarou a importância de R$ 1.095.551.

Fonte/Sigi Vilares

Compartilhe nas Redes Sociais