Dólar tem leva queda e fecha a R$ 5,55 em dia de Copom

Bolsa caiu 0,05%, após subir quase 2% no início da tarde

0

No aguardo da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a taxa básica de juros, o dólar teve uma leve queda e a bolsa subiu. A moeda norte-americana oscilou ao longo do dia, mas fechou em baixa. O Ibovespa subiu quase 2% no início da tarde, mas desacelerou e fechou próximo da estabilidade, com pequena queda (0,05%).

O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (27) vendido a R$ 5,555, com recuo de 0,33%. A cotação chegou a cair para R$ 5,54 durante a manhã, disparou no início da tarde, chegando a R$ 5,59 pouco depois das 12h, mas perdeu fôlego no restante da sessão, até fechar em baixa.

A moeda norte-americana acumula alta de 2% em outubro. Em 2021, a divisa subiu 7,05%.

Bolsa

No mercado de ações, o índice Ibovespa, da B3, fechou aos 107.048 pontos, com alta de 0,59%. O indicador chegou a subir 1,7% às 12h06, superando os 108 mil pontos. No entanto, perdeu força com a expectativa de que o Copom apertará o ritmo de aperto na política monetária.

Segundo o boletim Focus, pesquisa semanal com analistas financeiros divulgada pelo Banco Central (BC), a taxa Selic (juros básicos da economia) deveria subir para 7,5% ao ano na reunião de hoje do Copom.

Juros maiores ajudam a segurar o dólar porque estimulam a entrada de capital em países emergentes e de maior risco, como o Brasil. Em contrapartida, a Selic mais alta incentiva os investidores a migrarem da bolsa, cujo mercado oferece risco, para aplicações em renda fixa, como os títulos do Tesouro Nacional.

 

Por Agência Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.