Abapa, PM e Prefeitura de Correntina somam esforços pela segurança no Rosário

0

O consórcio entre iniciativa privada e Poder Público, que responde em grande parte pelo desenvolvimento dos municípios de matriz econômica marcada pelo agronegócio, deve resultar em mais um grande feito no Oeste da Bahia. Desta vez, na área da Segurança Pública, na microrregião do Rosário, distrito de Correntina. Uma parceria entre a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Polícia Militar e Prefeitura Municipal de Correntina deve contribuir para aumentar a efetividade do policiamento no local, com a construção de um Posto de Polícia, estrategicamente localizado, cuja conclusão está prevista para julho de 2022.

No último dia 27 de outubro, representantes das três instâncias – produtores, Polícia Militar e Prefeitura – reuniram-se para definir as atribuições. A Prefeitura fará a doação do terreno onde o posto será construído; a Abapa arcará com a edificação e a PM ficará com a gestão do posto que, futuramente, deverá contar com um Pelotão de Divisa, composto pela Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento de Polícia Técnica, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária Federal. A Associação dos Moradores e Agricultores do Rosário (Ampovir) participou ativamente da demanda e das deliberações.

Responsável por, aproximadamente, 15% da produção agrícola do Oeste, o Rosário fica a cerca de 300 quilômetros de Barreiras e a 1,2 mil quilômetros de Salvador, sede do Governo da Bahia. Segundo o Tenente-Coronel Comandante da 30ª CIPM, Luiz Augusto Normanha, as longas distâncias da sede do Governo Estadual e das cidades mais populosas do Oeste deixam os produtores e a comunidade local mais vulneráveis à ação de bandidos, sobretudo no período de transporte de insumos agrícolas e de escoamento da safra.

“Com a implantação do posto, o efetivo será ampliado, assim como o número de viaturas circulando. Procuramos a Abapa para fazer o pedido e a resposta veio prontamente”, afirmou.

Fazer acontecer

“Desde a abertura do Centro-Oeste do Brasil, os desbravadores entenderam que mais do que esperar por ações de infraestrutura, seria necessário tomar a iniciativa para torná-las possível. Foi assim com a logística. Exemplo disso, é o programa Patrulha Mecanizada, da Abapa, que tem transformado a realidade no Oeste da Bahia, com o investimento nas estradas vicinais. Na segurança, temos a Operação Safra, e, agora, com a construção deste Posto Policial, avançamos neste sentido. Tudo isso só é possível graças à organização e união dos produtores e ao bom relacionamento com as instituições em todas as esferas”, ponderou Luiz Carlos Bergamaschi, presidente da Abapa. Ele acrescenta que “O distrito de Rosário é considerado o portal de entrada, na Bahia e Nordeste, para quem vem das demais regiões do Brasil e isso nos deixa mais vulneráveis. Portanto, o reforço na segurança é primordial”.

Para o prefeito de Correntina, José Nilson Rodrigues (Maguila), o posto trará resultados muito positivos à segurança no Rosário. “Este posto irá contribuir para aumentar a qualidade de vida dos munícipes, dentre eles, os agricultores, que desenvolvem o seu trabalho, mas também compartilham os seus frutos para o bem-comum”, considerou o prefeito.

Também participaram da reunião, as produtoras Suzane Mari Piana e Lisiane Lunardi, o diretor executivo da Abapa, Lidervan Morais, o representante da Aiba, Luiz Stahlke, o vereador Selênio de Guerrinha e diversas autoridades policiais.

Fonte:Ascom Abapa

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.