Inicio / Destaque / BARREIRAS (BA): VEREADORES DA BASE DO GOVERNO NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA OS COMERCIANTES E OS BARREIRENSES.

BARREIRAS (BA): VEREADORES DA BASE DO GOVERNO NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA OS COMERCIANTES E OS BARREIRENSES.

Espetáculo circense na câmara de vereadores de Barreiras

25/04/2018


A Câmara de Vereadores de Barreiras, no meu modesto entendimento, cometeu ontem mais uma das suas sandices já habituais. 

Na sessão seriam votadas as mudanças propostas pelo prefeito no complicado Código Tributário Municipal, que vem causando sérios aborrecimentos e transtornos ao nosso povo. Tudo unicamente pela saga predominantemente perversa dos seus idealizadores, talvez pensando que os barreirenses estão nadando em dinheiro e poderiam dispor dos valores da pretensa extorsão encampada pela prefeitura.

 

Ontem, no horário regimental, até o meio dia, um grupo de onze dos dezenove vereadores apresentou uma série de emendas à proposta final do gestor, ainda em desacordo com muitas conversas havidas. A votação já estava marcada para a sessão de ontem, porém não aconteceu, frustrando assim a um bom público que lá compareceu, composto principalmente por empresários e de outras representações da nossa sociedade.

 

Prefeito Zito

Na abertura dos trabalhos, como é de praxe, a base do governo mostrou-se surpresa com as emendas apresentadas e assinadas pelo grupo dos onze vereadores, iniciando-se então uma série de pronunciamentos, uns sim, outros não, ou seja, da base e da ocasional oposição.

 

O presidente da casa, então, arvorou-se de uma sabedoria invulgar e ditou que a pretensão da situação era plausível e que as emendas seriam submetidas à Comissão de Constituição e Justiça, cujo relator é o jovem vereador João Felipe, hoje tido como um eficiente entendedor das matérias, tantos no lado político, como no jurídico. (sic).

 

Um dos vereadores rebeldes falou que o vereador Felipe não tomou conhecimento das emendas porque estava passeando em Brasília só chegando a Barreiras no final da tarde e, portanto, a votação estava prejudicada, pois na ausência do relator poderia ter sido indicado um substituto.

 

Pelo sim, pelo não, há rumores que o senhor prefeito está preocupado com a demora na votação da matéria, pois isto vem causando brusca queda de arrecadação de tributos o que afeta várias iniciativas da sua administração.

 

Por outro lado, sabe-se que o presidente Gilson terá que ordenar a leitura complementar da relatoria do vereador Felipe e a sessão será, tenho certeza, bem mais acalorada do que a de ontem, quando os vereadores do grupo dos onze, mal satisfeitos com a decisão da mesa abandonaram o plenário, dando a entender, pelo andar da carruagem, que hoje novas emendas poderão ser apensadas ao nebuloso e controvertido projeto, algo incomum quando se trata de uma legislação tributária.

 

Mesmo assim, com tantas divergências, o município de Barreiras terá que voltar à sua normalidade e que o bendito (ou maldito, para muitos) Código seja ungido por esta que talvez seja, nas últimas décadas, uma das piores Câmaras que se tem conhecimento na nossa querida Barreiras.

 

Itapuan Cunha

Compartilhe nas Redes Sociais
Pinturas em Barreiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *