Inicio / Cidade / Crise dos combustíveis retrata um Brasil desgovernado

Crise dos combustíveis retrata um Brasil desgovernado

Share
28/05/2018

 

Quase falida após a gestão petista, a Petrobras tenta se reerguer a um preço que o Brasil não pode pagar. O PT achou que o Brasil já era um trilionário do petróleo com o pré-sal e gastou feito um sheik árabe, em mais de 1001 noites de corrupção e desperdícios. 
 
A conta chegou e é salgada. Num país continental que burramente despreza as ferrovias e aposta tudo nas rodovias, o petróleo tem alta quilometragem de lucro em impostos federais e estaduais e o tanque do cidadão roda cada dia mais vazio, em estradas cada vez mais cheias de buracos. 
 
Esta crise do petróleo, ao contrário de outras, é só aqui. O modelo brasileiro de mobilidade e exploração estatal é cruel para o país. Somos um dos maiores produtores do mundo e temos um dos combustíveis mais caros do planeta. 
 
Por quê? Porque metade do que pagamos em cada litro é de impostos, alimentamos governos corruptos e gulosos, que se dão ao luxo de comprar refinarias sucateadas, como fez Dilma com Pasadena, ou dar uma refinaria de gás de graça aos bolivianos, como fez Lula com Evo Morales. 
 
Construímos uma refinaria feito Suape por R$40 bilhões, quando custaria menos de $10. Ou seja, nós pagamos a farra política, o luxo dessa gente pra viver nesse lixo onde estamos hoje. Com o carro literalmente parado, o Brasil precisa sair do lugar. 
 
A gente precisa dar a partida em outro modelo, seguir em frente e parar de andar de ré. O cidadão não tolera mais sustentar políticos beberrões do combustível público. O buraco do Brasil é mais embaixo, bem mais profundo do que o pré-sal pode alcançar.
 
Hilton Azevedo – Jornalista
Share
Pinturas em Barreiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *