Dois alvos da Faroeste pretendem delatar, diz jornal; saiba os nomes.

Segundo informações da coluna Satélite, do jornal Correio, dois alvos da Operação Faroeste, que investiga um esquema de corrupção dentro do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), estariam dispostos a fazer a chamada delação premiada.

A empresára Geciane Maturinio, vista como peça chave do esquema, presa desde novembro no Complexo da Papuda, em Brasília, teria procurado o Ministério Público Federal com a intenção de negociar uma delação. Geciane é esposa de Adailton Maturino, o falso cônsul de Guiné-Bissau, outra peça importante da Faroeste que também se encontra preso no Complexo da Papuda.

A desembargadora IIana Márcia Reis, presa nas últimas fases da Operação, no mês de dezembro, seria o outro nome interessado em negociar a delação em troca de benefícios penais. Ela teria pedido à sua defesa que preparasse um pedido formal de delação logo apos ter sido presa pela PF, em um condomínio de luxo na cidade de Lauro de Freitas.

 

 

Fonte:Do Política Ao Vivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *