NOTA OFICIAL


A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da Secretaria de Saúde, esclarece que é falsa a informação de que foi negado o atendimento a uma gestante que esperava gêmeos, no Hospital e Maternidade Dr. Gileno de Sá.

A equipe da unidade ofereceu toda a assistência à mãe, aos bebês e a família, e lamenta o falecimento de uma das crianças, por causa das complicações da prematuridade.

Ressalta ainda, que após contato com a regulação do Estado, foi disponibilizada uma vaga em UTI neonatal e a transferência do outro bebê acontecerá nesta quinta-feira (14).

*O caso*

A gestante deu entrada na unidade no dia 9 de janeiro, estava grávida de 31 semanas e dois dias, aproximadamente. Entrou em trabalho de parto e os gêmeos nasceram vivos e por serem prematuros e apresentarem alguns fatores relacionados a prematuridade, foram entubados e encaminhados para a Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal (UCIN), dentro do Gileno.

Um dos bebês veio a óbito, devido às complicações do nascimento, e o outro bebê continua na unidade, junto com os pais.

A equipe da maternidade conseguiu fazer a regulação junto ao Governo do Estado e ainda hoje será realizada a transferência em UTI área, para o Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, em Brumado.

Os pais e a família tiveram assistência psicológica com a equipe multidisciplinar que atua no hospital.

Toda a equipe segue confiante na plena recuperação da criança.

 

Blog Cebolinha Notícias
ASCOM/ prefeitura de LEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *